Por Maíra Pigatto Kalil, Psicóloga – CRP 07/20814

Escolas fechadas, parques vazios, fábricas paradas e hospitais cheios. O Covid-19 chegou mostrando toda sua força, reforçando hábitos de higiene e obrigando a sociedade a enfrentar um atípico isolamento social pensando no bem coletivo.
Mas e agora, o que fazer com todo o tempo que sempre faltava e agora sobra demais?
O que fazer com todo o sentimento que transborda? O que fazer quando já não se tem mais pra onde fugir?
Como vai ser depois?
Épocas de incertezas e mudanças, nos obriga a olhar para dentro e perceber tudo o que está posto ali, perceber quem realmente somos, sem disfarces ou máscaras, para só assim conseguir olhar o outro de verdade.
É tempo de transformação, de se permitir.
É tempo de olhar para si para cuidar do outro!